CNBB Sul 2

Guarapuava sedia Encontro Regional da Pastoral do Dízimo

Um documento de 20 páginas será produzido a partir do encontro com diretrizes e instruções sobre a consagração do Dízimo. O material servirá de base para os agentes das comunidades.

16/05/2018 17:02:00


Nos dias 15 e 16 de maio, o Centro de Formação São João Diego, em Guarapuava, sedia mais uma edição do Encontro Regional da Pastoral do Dízimo.

Para os dois dias de estudo e troca de experiências, foram convidados coordenadores do Dízimo, padres referenciais desta pastoral e também os bispos e administradores das dioceses, arquidioceses e eparquias. Ao todo, quarenta pessoas do Paraná participam do encontro. Da diocese de Guarapuava, participam treze pessoas que atuam no conselho presbiteral, além de um casal de leigos. Dom Antônio Wagner da Silva também esteve na reunião e ressaltou que entender o Dízimo é fator primordial para o sustento da Igreja e das comunidades.

O evento é anual e organizado pelo Regional Sul 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que compreende a Igreja no Paraná e visa a interação entre as diversas realidades das comunidades paranaenses em se tratando do Dízimo.

Conforme destacou o coordenador da Ação Evangelizadora e do Centro Diocesano de Comunicação (CDC) da diocese de Guarapuava, padre Itamar Abreu Turco, a partir do encontro, sairá um material didático que servirá de apoio e subsídio para que o Dízimo seja trabalhado nas dioceses, paróquias e comunidades de todo o Paraná. “Deste encontro de dois dias, sairá um material de vinte páginas que servirá de aporte, de base para que as comunidades possam trabalhar o Dízimo localmente. Estamos aproveitando o momento para revisar alguns pontos e também para acrescentar novas ideias ao documento. A partir de então, teremos uma definição clara sobre o Dízimo e todos os agentes poderão explicar às pessoas com clareza sobre o assunto”, sublinho padre Itamar.

Para o bispo referencial da Pastoral do Dízimo no Regional Sul 2, Dom Bruno Versari, o encontro é de atualização sobre o tema e tem por finalidade capacitar as pessoas envolvidas para que, em suas comunidades, possam disseminar a consagração do Dízimo como pilar de sustentação da Igreja. O Documento 106 da CNBB é a base de estudo, conforme Dom Bruno. “Em meio ao movimento de atualização da Pastoral do Dízimo, corroborado com a publicação pela CNBB do documento 106 em 2016 e a crescente necessidade de uma formação orgânica dos agentes pastorais, percebemos que não há tempo a perder e é preciso sempre, da realização desse trabalho. Nosso encontro pretende ser um momento de partilha das iniciativas frutíferas em nossas Igrejas Particulares. Também nesta assembleia, constituiremos uma equipe de produção para um material que sirva de base para nossas formações pastorais”, considera o bispo.

Dom Bruno também sublinhou que o Dízimo deve ser a base de sustentação da Igreja, de acordo com o entendimento e a preferência do Regional Sul 2. “Em se tratando da vida financeira das nossas Igrejas Particulares, é uma opção preferencial de nosso Regional Sul 2, que o Dízimo seja a fonte de sustento da nossa comunidade de fé. É função de nossa Pastoral implementar os meios para que essa opção seja viável e torne-se de fato uma realidade concreta em nossas paróquias”, observa Dom Bruno.

 

 

Galeria de Fotos