Notícias

Casal de missionários do Paraná retorna da Guiné Bissau após quatro anos

O casal Pedro Avelino Lang e Salete Terezinha Lang retornou para a diocese de Ponta Grossa (PR), no fim do mês de outubro. Eles estavam na Guiné-Bissau desde outubro de 2014.

08/11/2018 10:41:00


Na foto, da esquerda: Dom Pedro Zilli, Salete Lang, Pedro Lang e Adriana Nishiyama.

Após quatro anos dedicados à Missão Católica São Paulo VI, na Guiné-Bissau, no continente africano, o casal Pedro Avelino Lang e Salete Terezinha Lang retornou para a diocese de Ponta Grossa (PR), no fim do mês de outubro. Assume a administração da missão o casal Pércio Pereira Vitória e Márcia do Rocio Pereira Vitória, da arquidiocese de Curitiba. Eles viajaram à África no dia 20 de outubro.

Pedro e Salete estavam na Guiné-Bissau desde outubro de 2014, quando foram enviados por meio do Conselho Missionário Regional (Comire). Eles faziam parte do projeto que se realiza a partir do contato com o bispo de Bafatá, na Guiné Bissau, Dom Pedro Carlos Zilli Filho. No período em que estiveram na missão, puderam organizar as atividades com construções e estruturação da ação evangelizadora nas comunidades.

Dentre as atividades realizadas pelo casal, destacam-se: a construção de uma casa para os missionários, um espaço polivalente para celebrações, reuniões e encontros e, neste último ano, uma segunda casa com capacidade para acolher mais 12 missionários e também uma casa para o padre e atendimento pessoal. Paralelo às construções, os missionários realizaram um amplo trabalho de evangelização, organizando a catequese, promovendo formações para a comunidade, celebrações, momentos de oração e também indo ao encontro de muitas pessoas que nunca haviam ouvido falar de Jesus. Os dois também deram sua contribuição missionária na realização de trabalho de assistência social, ajudaram no hospital da cidade de Quebo, servindo alimentos para as pessoas que estavam internadas, especialmente no período das chuvas, quando aumentam os casos de malária.

Pedro e Salete fizeram história naquele país que é considerado um dos mais pobres do mundo através da dedicação em tempo integral e das muitas ações que desenvolveram e que, certamente, estão gravadas no coração de Deus e na vida daquele povo.

No dia 27 de outubro, Dom Pedro Zilli, celebrou uma missa em agradecimento aos missionários por todo o trabalho realizado até então junto à igreja da Guiné-Bissau.  

CNBB com informações do Regional Sul 2