sexta-feira, 24 de maio de 2019

Artigo

MOMENTO COM MARIA: Nossa Senhora e a cruz de Cristo

A conversão é fator fundamental para nossa vivência. E nestes dias que antecedem a ressurreição de Jesus Cristo, devemos sentir os fatos e pesar em nossa consciência toda a dor por ele vivenciada, sentida e amada.

13/03/2019 09:07:00


Vivemos a Quaresma, um tempo muito importante para a vida dos cristãos. Neste instante, devemos refletir sobre nossa caminhada e os nossos propósitos em se tratando de Igreja Viva. Realmente vivemos nossa missão? Somos parte dos projetos de Deus? Ou estamos estacionados esperando que uma mão mágica nos tire do marasmo e nos leve diretamente ao paraíso?

Essas são questões importantíssimas que devem ser levantadas a todo instante. Como cristãos, devemos pôr o outro em primeiro lugar e nos vermos nele como imagem e semelhança de Deus. Sem medo, precisamos mergulhar num universo de candura e de amor incondicional.

A conversão é fator fundamental para nossa vivência. E nestes dias que antecedem a ressurreição de Jesus Cristo, devemos sentir os fatos e pesar em nossa consciência toda a dor por ele vivenciada, sentida e amada. Também não podemos esquecer o sofrimento de Maria, que, muitas vezes em seu silêncio, buscou forças e acreditou no Deus da eternidade como conforto e amparo para as horas amargas e de dúvidas...

Inspirados na força de Maria, devemos ter nosso propósito de fé e de evangelização que deve, com toda certeza, ultrapassar as paredes e muros das igrejas e templos. É preciso sair da clausura do nosso egoísmo e abraçar aquele que está do nosso lado e que, por vezes, se torna invisível.

Enquanto seres humanos falhos, enquanto mulheres, por muitas vezes sabemos que nos manter de pé é tarefa que exige um esforço avassalador. Em situações assim, desistir parece ser a única saída. Mas aí vem aquela força cálida, porém gigante do exemplo de Maria e a visão de um problema, por mais duro que este seja, se torna clara e as dificuldades esmaecem como brumas ao sol. Aí há o amor que a tudo vence e a tudo supera. Essa é a candura de Nossa Senhora que nos faz participantes da vida e que nos leva a acreditar em novos começos e na paz que a todos inspira.

Neste tempo quaresmal, devemos aproveitar para pensar com muito amor sobre a Campanha da Fraternidade que trouxe o tema: “Políticas Públicas” à discussão.

Cada um de nós é um ser político. Desta forma, o bem comum deve fazer parte de nossa vivência e nortear nossas ações enquanto cristãos e cidadãos.

Somos batizados e, portanto, convidados a nos sentar à mesa das decisões do Senhor. Não é tempo de nos furtarmos ao trabalho e, por isso, ser fiel aos planos de Deus é uma das decisões mais importantes a ser tomadas.

Por intercessão de Maria, eu convido a você, leitor, para que reze comigo neste instante:

Ave-Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte, amém!

Arlete Bini