quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Notícias

Diocese de Guarapuava em preparação para receber Símbolos Missionários

O evento é uma iniciativa da Conferência Nacional dos Religiosos do Brasil (CRB) Nacional, que visa levar os símbolos a todos os Regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) do País.

10/06/2019 17:08:00


No dia 10 de agosto próximo, a paróquia Sant’Ana, em Guarapuava, acolhe a chegada dos Símbolos Missionários, em atenção ao Mês Missionário Extraordinário, convocado pelo Papa Francisco, celebrado em outubro deste ano.

A abertura dos trabalhos será às 13h30, quando o Núcleo de Religiosos de Guarapuava recebe os símbolos (bandeira, livro, guia e cruz missionária) do Núcleo Religioso de Cascavel.

O evento é uma iniciativa da Conferência Nacional dos Religiosos do Brasil (CRB) Nacional, que visa levar os símbolos a todos os Regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) do País.

No Paraná, que compreende o Regional Sul 2 da CNBB, uma programação especial foi preparada para  o momento considerado muito importante para a Igreja.

Conforme Frei Célio Ferreira, da Ordem dos Mínimos (OM), Coordenador do Núcleo dos Religiosos de Guarapuava, a programação com a peregrinação dos símbolos pretende reforçar o pedido do Papa Francisco para que todos os cristãos se unam em oração.

Durante a passagem dos símbolos pela diocese de Guarapuava, a seguinte programação foi montada a fim de contemplar a todos.

Confira a programação:

Dia 10/08: Chegada dos Símbolos na Assembleia Decanal, paróquia Sant’Ana.

Dia 11/08: Visita ao Decanato Pinhão (paróquia Nossa Senhora Aparecida - Inácio Martins) - 09h.

Dia 12/08: Visita ao Decanato Pitanga (paróquia Sant’Ana - Pitanga) - 14h

Dia 14/08: Visita ao Decanato Laranjeiras do Sul (paróquia Sant’Ana) - Laranjeiras do Sul) 14h

Dia 15/08: Irmãs da Caridade Social – (Decanato Centro) Guarapuava, 19h

Dia 16/08: Casas dos religiosos do Decanato Centro (o dia todo).

Dia 17/08: Translado dos Símbolos para a diocese de Palmas/Francisco Beltrão.

Em cada visita, haverá momento de reflexão com o uso do livro guia como roteiro para rezar a missão como Igreja. “Espera-se em cada decanato a presença dos religiosos e das religiosas, participando com o seu povo deste momento eclesial missionário tão importante para a nossa caminhada como Igreja chamada a sair. Animando a vida missionária, os Consagrados e as Consagradas de nossa diocese querem participar com alegria deste momento tão fecundo e proveitoso para a fé do nosso povo. Nesta alegria, participemos”, sublinhou frei Célio.