quinta-feira, 9 de julho de 2020

Notícias Paroquiais

Cândido de Abreu sedia oitava edição da Missão Diocesana Juvenil (MDJ)

O anúncio de que a cidade seria sede do encontro que é referência na diocese, foi feito pelo bispo Dom Antônio Wagner da Silva, no dia 27 de janeiro de 2019 durante a missa de encerramento da MDJ 2018 – 2019.

30/01/2020 13:49:00


De 11 a 19 de janeiro de 2020, a paróquia Senhor Bom Jesus, em Cândido de Abreu, será sede da oitava Missão Diocesana Juvenil (MDJ). “Permanecei em mim e eu permanecerei em vós” (Jo 15,4) é o tema desta edição dos trabalhos que são divididos em duas etapas. A conclusão da MDJ no município, será em janeiro de 2021.

O anúncio de que a cidade seria sede do encontro que é referência na diocese, foi feito pelo bispo, Dom Antônio Wagner da Silva, durante a missa de encerramento da segunda etapa da MDJ 2018 – 2019, no dia 27 de janeiro de 2019, na paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Guarapuava. Na ocasião, os jovens da cidade de Cândido de Abreu que estavam presentes no evento, se disseram felizes com a notícia e, desde então, assumiram um compromisso com a comunidade em trabalhar para o bom andamento do projeto evangelizador que tem duração de dois anos. Dias depois, em nota, a Pastoral da Comunicação (Pascom) daquela comunidade, ressaltou a importância da MDJ para o município e a alegria que é para os jovens fazerem parte deste trabalho que tem por objetivo principal, levar adiante o amor e os ensinamentos cristãos.

“Foi com muita alegria que a paróquia Senhor Bom Jesus, de nossa cidade de Cândido de Abreu, recebeu a notícia de que acolherá a próxima etapa da MDJ, nos anos de 2020 e 2021. No dia do anúncio feito pelo bispo Dom Antônio Wagner da Silva, na paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Guarapuava, estavam presentes o pároco, Zdzislaw Nabialczyk, o então diácono (e agora padre) Felipe Geraldo Madureira, mais de 30 lideranças de pastorais e movimentos, além de sete jovens da paróquia que participaram da MDJ. Juntos, os presentes receberam a cruz, símbolo da Missão e a conduziram até a matriz. Na ocasião, uma missa foi celebrada e os jovens missionários deram testemunho da experiência adquirida durante as duas etapas missionárias que realizaram em Guarapuava. Desta forma, todos da paróquia Senhor Bom Jesus, aguardam ansiosos pelo início dos trabalhos e, desde já, a comunidade conta com as orações de todos para que a MDJ em Cândido de Abreu possa ser sinal de Cristo vivo em meio a todas as pessoas”, descreveu a Pascom à época.

Tiago Trotch, coordenador paroquial da MDJ, disse que todos estão ansiosos e muito felizes para a realização da missão na cidade. De acordo com Tiago, esta é uma oportunidade de os jovens irem ao encontro das pessoas, visitando as famílias e levando a palavra e o amor de Jesus Cristo às diferentes realidades. O coordenador classificou o ano de 2019 como um longo e necessário período de preparação para os trabalhos missionários. “Durante o ano de 2019, a paróquia Senhor Bom Jesus viveu a preparação para receber esse projeto missionário. Notamos um grande sorriso estampado no rosto dos jovens que estarão disponíveis para a missão durante esses dez dias e depois, para a segunda etapa, no ano que vem”, pontuou Tiago.

No interior do município, serão nove comunidades contempladas com a MDJ. Já na área urbana, seis locais receberão a missão dos jovens diocesanos.

Padre Felipe Geraldo Madureira, vigário paroquial em Cândido de Abreu e coordenador diocesano da MDJ, disse que essa é uma oportunidade única e muito valiosa para que os jovens entendam o verdadeiro sentido da missão. O sacerdote pontua também, que a MDJ vai além das visitas feitas nas casas das pessoas e que a verdadeira mudança ocorre no coração e na consciência de todos. “Tanto para a comunidade que recebe a MDJ quanto para os missionários que saem de suas casas para irem ao encontro do irmão, há uma verdadeira transformação. A cada ano, notamos um amadurecimento nos jovens que participam da missão e sentimos em cada um deles, o aumento do compromisso para com a comunidade, para com a Igreja. Promover a missão é fundamental para todos nós, cristãos”, sublinhou padre Felipe.