terça-feira, 4 de agosto de 2020

Notícias

GUARAPUAVA: Morreu, na manhã de hoje, 11 de fevereiro, Raul de Oliveira Rodrigues

Seu Raul, como era conhecido, morreu vítima de um infarto fulminante. Ele não estava doente e trabalhava no quintal de sua casa. Ele deixa um grande legado de serviços prestados à Igreja e à comunidade.

11/02/2020 16:18:00


A Igreja de Guarapuava ficou triste no fim da manhã de hoje, 11 de fevereiro. Morreu, vítima de um infarto fulminante, Raul de Oliveira Rodrigues, com 81 anos de idade.

Capitão reformado do Exército Brasileiro, seu Raul, como era conhecido, atuava junto à Igreja de Guarapuava há mais de trinta anos, desenvolvendo trabalhos em diversas pastorais e movimentos católicos.

Casado com Zélia Pilati Rodrigues, o casal tem quatro filhos, três homens e uma mulher, todos morando fora de Guarapuava.

Hoje, 11 de fevereiro, dia de Nossa Senhora de Lourdes, Raul presidiu o culto na Catedral Nossa Senhora de Belém, às 7h da manhã. Às terças-feiras, os padres diocesanos estão de folga e, por isso, em algumas paróquias, não há celebração de missas.

Cerca de trinta pessoas participaram do ato religioso. No momento de reflexão, de acordo com os presentes, Raul falou sobre Nossa Senhora, relembrando a aparição da Virgem em 1858, na região de Lourdes, na França, na gruta Massabielle, a uma jovem chamada Santa Marie-Bernard Soubirous ou Santa Bernadete. Na ocasião, Raul explanou e fez com que os presentes refletissem sobre a bondade e a humildade que cada cristão precisa ter.

Cleuse Marcondes, ministra da Eucaristia na Catedral e amiga de Raul há mais de quinze anos, disse, em entrevista, que a notícia de sua morte foi um verdadeiro baque para todos. “Ninguém, jamais poderia imaginar uma coisa dessas. Conheço seu Raul há mais de quinze anos. Ele foi meu formador como ministra. Hoje de manhã, no culto, ele estava muito bem e fez uma belíssima reflexão sobre Nossa Senhora de Lourdes. Depois, todos nós fomos para casa. Mas, pouco antes do meio-dia, ficamos sabendo desta triste notícia”, contou Cleuse.

Maria Aparecida Karsten Tratz (Cida), que trabalha com Zélia na Pastoral Social e é amiga da família há mais de trinta anos, disse que recebeu a notícia com muita tristeza e incredulidade. “Quando a sobrinha dele (Raul) telefonou para mim contando de sua morte, eu não acreditei. Sempre fomos muito próximos e eu nunca sequer vi o Raul doente. Tanto é que ele morreu trabalhando”, sublinhou Cida.

Segundo informações de familiares e amigos, o casal chegou da igreja e Zélia foi para uma aula de Pilates, enquanto Raul, como era de praxe, foi cuidar de seus animais no quintal de casa. Assim que Zélia retornou, o encontrou caído, já sem vida. Ela chamou socorro, mas foi constatado que o marido já havia morrido.

PESARES

A diocese de Guarapuava, em nome de seu bispo, Dom Antônio Wagner da Silva, estende nota de pesar à família enlutada. “Que Deus, em sua infinita bondade, receba o Raul em Sua glória. A nós, ficam as lembranças dos momentos de alegria e o seu trabalho em favor dos necessitados e o amor imenso que ele nutria pela Igreja. Minhas orações para sua alma. Deus conforte a família”, sublinha Dom Wagner.

O pároco da Catedral Nossa Senhora de Belém, padre Jean Patrik Soares, falou que recebeu com muita tristeza a notícia da morte repentina de Raul. Ele destacou que o paroquiano demonstrava sua fé em diversos aspectos, principalmente com gestos concretos. “Fomos acometidos, logo pela manhã, com a triste notícia do falecimento de nosso estimado paroquiano. Um homem muito correto e exigente em vários aspectos, principalmente consigo mesmo, mas de muita fé. Fé demonstrada inclusive em gestos concretos, por meio da pastoral social. Era de missas diárias, onde cantava, fazia leituras e servia ao altar como ministro extraordinário da sagrada comunhão”, pontuou padre Jean.

SERVIÇO

O corpo de Raul de Oliveira Rodrigues está sendo velado na Capela Mortuária Municipal, Rua Tiradentes, sem número, Bairro Santa Cruz, Guarapuava, em Guarapuava. O sepultamento será no Cemitério Municipal, ao lado da Capela, amanhã, dia 12 de fevereiro, em horário ainda não definido.