Notícias

ARTIGO: Com olhos fitos na PÁSCOA

Considerando nossa caminhada quaresmal com estes e outros enfoques, entendemos o sentido pascal deste tempo. É vida, é alegria, é doação, é entrega, é ressurreição.

26/02/2016 09:20:00


Dispostos, começamos nossa caminhada pascal com grande seriedade e determinação. Abraçamos as propostas de conversão através da Palavra do Senhor, do sacrifício – jejum e abstinência – do exercício da caridade em favor dos irmãos e irmãs.

A quaresma deste ano de 2016 trouxe consigo dois aspectos que chamam a atenção: Estamos vivendo o ANO JUBILAR DA MISERICÓRDIA e a CAMPANHA DA FRATERNIDADE ECUMÊNICA.

O ANO SANTO EXTRAORDINÁRIO, ANO JUBILAR DA MISERICÓRDIA provoca um acento diferente e marcante. Nosso olhar, nossa reflexão e oração estão voltados para o PAI MISERICORDIOSO. Não são nossos erros, pecados, problemas pessoais que são importantes e centrais. Voltamo-nos confiantes para o Pai das Misericórdias que nos acolhe com amor. Somos filhos e filhas queridos e recebemos o abraço acolhedor, o carinho do PAI! Nada de medos, de receios! É FESTA, É ALEGRIA! ELE NOS ABRAÇA com ternura. Aproximemo-nos confiantes e com liberdade.

A CAMPANHA DA FRATERNIDADE ECUMÊNICA, tem como tema: “CASA COMUM, NOSSA RESPONSABILIDADE”. O Lema e os objetivos nos convocam a uma conversão profunda e prática. Somos convocados a uma compreensão e ação religiosa, social, ecológica, particular e pública. A luta pela defesa e promoção do SANEAMENTO BÁSICO nos compromete como cristãos e cidadãos. Nossa “CASA COMUM” protegida e promovida responderá melhor às necessidades da humanidade hoje e sempre.  Como canta Daniel Amaral, “Nossa Casa comum...Um presente de Deus para a gente cuidar”.

Considerando nossa caminhada quaresmal com estes e outros enfoques, entendemos o sentido pascal deste tempo. É vida, é alegria, é doação, é entrega, é ressurreição. Por isso não faz sentido que nossos esforços terminem com os quarenta dias de quaresma. Precisamos programar para vivermos pessoalmente e em COMUNIDADE O TRÍDUO PASCAL, a celebração litúrgica da PAIXÃO, MORTE e RESSURREIÇÃO DO SENHOR.

Aprofundar, celebrando, este grande mistério exige nosso envolvimento. Portanto programe desde já os dias 24, 25, 26 e 27 de março.  Celebrá-los, com sua família e junto à sua COMUNIDADE DE FÉ! Será a grande festa PASCAL! Não perca, no FIM, o sabor PASCAL de nossa Caminhada. Desde já Alegrias, JESUS RESSUCITOU! FELIZ PÁSCOA!

 

Por Dom Antônio Wagner da Silva

Bispo Diocesano de Guarapuava