Notícias

GUARAPUAVA: Quatro padres foram empossados na diocese no segundo semestre de 2017

Os padres José Manoel Timóteo, José Francisco do Nascimento, Adriano Wierzyski Toczek e Lori Olenik, assumiram as funções de párocos junto à diocese no segundo semestre de 2017.

20/11/2017 15:49:00


 

 

O bispo da diocese de Guarapuava, Dom Antônio Wagner da Silva, deu posse a quatro padres que assumem as funções de párocos junto às comunidades no segundo semestre de 2017. As paróquias atendidas pelos sacerdotes empossados são as seguintes: Santo Antônio de Pádua, em Mato Rico, Santa Cruz e Nossa Senhora das Dores, em Guarapuava, Imaculada Auxiliadora, de Porto Barreiro e Santa Clara, em Candói.

MATO RICO

No dia 09 de julho, o padre José Manoel Timóteo, assumiu as funções de pároco da paróquia Santo Antônio de Pádua, em Mato Rico. Na ocasião, muitas pessoas do município e também de outras paróquias acolheram padre Manoel que disse, durante seu discurso, fazer o melhor para aquela comunidade enquanto sacerdote. Ele destacou que conhece a região e sua realidade e, a partir de sua vivência, pretende promover a missão e a alegria junto às famílias.

O sacerdote também é coordenador da Pastoral Carcerária do Regional Sul 2 da Conferência Nacional dos Bispos dos Brasil (CNBB). Ele foi eleito para o cargo no dia 18 de setembro de 2016.

Na ocasião em que foi eleito, Padre Manoel disse que se sentia assustado, mas ao mesmo tempo empolgado com o desafio de trabalhar com a Pastoral Carcerária, em nível estadual e desempenhar bem sua função. “Vivendo esses dois dias com os irmãos aqui da Pastoral (Carcerária), estou encorajado por eles e com a força do Espírito Santo para desenvolvermos esse trabalho que é belíssimo na Igreja de Jesus Cristo aqui no Paraná. Vamos nos colocar à disposição, como diz o Evangelho, para servir”, relatou.

GUARAPUAVA

Em 10 de novembro, a paróquia Santa Cruz e Nossa Senhora das Dores, do decanato centro, em Guarapuava, recebeu como novo pároco, o padre José Francisco do Nascimento, da Congregação da Paixão de Jesus Cristo (CP). A matriz ficou lotada para receber o novo pároco que ocupa o lugar de padre Alan Hildeu Felício (CP), que passou a trabalhar no Rio de Janeiro a pedido de sua congregação, os Passionistas.

Padre Francisco é natural de Uiraúna, no estado da Paraíba. Ele nasceu em 13 de junho de 1979 e foi ordenado sacerdote no dia 26 de setembro de 2008.

PORTO BARREIRO

Padre Adriano Wierzyski Toczek, a partir de 12 de novembro, passou a trabalhar como pároco na paróquia Imaculada Auxiliadora, em Porto Barreiro. Diversas pessoas do município e da região participaram do momento considerado importante para aquela comunidade.

Padre Adriano é natural do município de Pitanga e formado pela diocese de Guarapuava. Ele nasceu em 23 de agosto de 1982 e foi ordenado padre em 23 de outubro de 2010.

Cursou mestrado em Roma e trabalhou por três anos como coordenador da Pastoral Catequética em nível diocesano.

Dentre seus projetos, destacam-se os Acampamentos e encontros de formação para coordenadores da catequese e catequistas das paróquias e comunidades. O sacerdote disse que trabalhar como pároco é um desafio em sua vida, mas sublinhou que com a ajuda de todos da comunidade, fará o melhor para a Igreja, seguindo os ensinamentos de Jesus Cristo.

CANDÓI

A paróquia Santa Clara, em Candói, também acolheu seu novo pároco no dia 17 de novembro. Padre Lori Olenik passa a trabalhar junto àquela comunidade. Em sua posse, o sacerdote disse se sentir feliz com o convide feito pelo bispo diocesano e destacou que pretende fazer o melhor em favor das trinta e nove comunidades que compõem a paróquia de Candói.

Padre Lori nasceu em Pitanga, Paraná, no dia 04 de julho de 1970. Em 1996 entrou para o Seminário Diocesano Nossa Senhora de Belém, em Guarapuava. Foi ordenado padre por Dom Antônio Wagner da Silva, no dia 29 de maio de 2004, na paróquia Sant’Ana, em Pitanga.

Depois de ordenado, padre Lori atuou nas paróquias Santo Antônio de Pádua em Rio Bonito do Iguaçu e Imaculada Auxiliadora, em Porto Barreiro. Ele também trabalhou no Seminário Bom Pastor, em Francisco Beltrão.

O sacerdote teve duas passagens por Roma para estudos de mestrado e doutorado, respectivamente, de 2009 a 2011 e de 2014 a 2016.

Galeria de Fotos