Notícias

GUARAPUAVA: Natal da Partilha chega à quinta edição na paróquia Santa Terezinha

Junto ao Natal da Partilha, a comunidade também comemora os 17 anos de vida sacerdotal do pároco, padre Nivaldo da Silva, idealizador do projeto.

22/11/2017 11:50:00


(Na foto, celebração do Natal da Partilha de 2016)

A paróquia Santa Terezinha, em Guarapuava, realiza a quinta edição do Natal da Partilha no dia 17 de dezembro.

O evento que faz parte do calendário pastoral da paróquia, tem por objetivo arrecadar cestas de natal e presentes que serão distribuídos para famílias carentes da comunidade. Haverá missa às 10 horas da manhã. Durante a celebração, uma peça teatral falando do nascimento de Jesus Cristo será encenada por atores da comunidade.

Em seguida, os presentes participam de um almoço no salão paroquial onde haverá a distribuição dos presentes e das cestas de Natal. Mais de quinhentas pessoas são esperadas para a confraternização.  

As pessoas que receberão os donativos (mais de cem famílias) são cadastradas pela Pastoral Social, Pastoral da Criança e Vicentinos da paróquia e mensalmente, são acompanhadas por agentes que fazem visitas e verificam a situação de cada morador.

“Este trabalho partiu de uma iniciativa do pároco, padre Nivaldo da Silva, desde que aqui chegou, há cinco anos. Foi através de seu incentivo que este projeto seguiu em frente e hoje, estamos na nossa quinta edição. É um verdadeiro gesto concreto em favor de quem mais precisa de nossa ajuda”, grifou Arlete Bini, coordenadora da Pastoral da Comunicação (Pascom) na paróquia.

COINCIDÊNCIA

No dia 17 de dezembro, o pároco da paróquia Santa Terezinha, padre Nivaldo da Silva, completa 17 anos de vida sacerdotal. Idealizador do projeto “Natal da Partilha”, o sacerdote disse que não há melhor momento para a celebração da data, uma vez que percebe no sacerdócio uma grande oportunidade de doação em favor de quem mais necessita.

“Este ano, não podemos deixar de homenagear nosso pároco, padre Nivaldo da Silva, pelos seus 17 anos de vida sacerdotal. O projeto Natal da Partilha começou por iniciativa dele e, por isso, devemos agradecê-lo imensamente. Peço a todos da comunidade, orações ao pároco e votos para que ele continue firme e perseverante nesta tarefa maravilhosa que é servir a Deus através da doação e da partilha”, concluiu Arlete.