Notícias

“Cada comunidade uma nova vocação” ganha grandes proporções no Brasil

O projeto nasceu no Paraná, através do Regional Sul 2 da CNBB e foi acolhido, de imediato, por grande parte da Igreja no Brasil.

24/11/2017 10:03:00


Um desejo ousado que nasceu no Paraná, através do Regional Sul 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), tomou enormes proporções nos últimos tempos e foi abraçado por grande parte da Igreja no Brasil. Trata-se do projeto: “Cada comunidade uma nova vocação”.

Conforme os idealizadores, a Igreja do Paraná, atenta à indicação de Jesus: “Pedi ao Senhor da messe que envie operários para a sua messe” (Mt 9,38), iniciou uma ação evangelizadora inédita em prol de vocações para a Igreja.

A proposta é que cada comunidade (e são mais de 9.000 só no Paraná), coloque-se em oração, como um único corpo, pedindo ao Senhor, por intercessão de Nossa Senhora, uma nova vocação para a Igreja.

A vocação para o sacerdócio, a vida consagrada, a família, a missão, são dons concedidos somente por Deus, mas também é fruto da comunidade que reza. O Papa Francisco acredita nisso: “Jesus nos disse que o primeiro método para obter vocações é a oração e nem todos são convencidos disso”, destaca o Pontífice. Além da oração, outro elemento essencial é o testemunho. Os jovens precisam ver testemunhos bonitos de pessoas que se dedicam inteiramente ao Senhor com alegria, para que possam se sentir motivados a apostar sua vida nesse mesmo caminho. “É verdade que o jovem sente o chamado do Senhor, mas o chamado é concreto e, na maioria das vezes, é: Quero me tornar como ele ou ela. Existem testemunhos que atraem os jovens. Os testemunhos dos bons sacerdotes e das boas religiosas”, disse também o Papa Francisco.

Desta forma, a Ação Evangelizadora: Cada comunidade uma nova vocação começou a se desenvolver a partir de dois eixos:

1º – Rezar pelas vocações: Em todos os encontros/reuniões da Igreja começar ou terminar com uma dezena do rosário pelas vocações. Ex. Assembleias dos Bispos, Reuniões de Clero, Conselhos de Pastoral, Encontros da Catequese, Movimentos e Organismos, dentre outros. É importante recordar às pessoas a intenção da oração: pelas vocações.

2º – Evangelizar pelas Redes Sociais. Publicar vídeos breves, densos de vida cristã-presbiteral-religiosa-laical (todas as vocações) nos meios de comunicação, interagindo com os Regionais, Arquidioceses, Dioceses, Paróquias, Pastorais, Movimentos Eclesiais, entre outros.

Essa iniciativa já foi acolhida, com entusiasmo, por todos os bispos do Regional Sul 2 e terá o seu marco inicial na próxima Quinta-feira Santa (dia da instituição do sacerdócio), 29 de março de 2018, passando pelo Sínodo, tendo na Jornada Mundial da Juventude (22 a 27 de janeiro de 2019, no Panamá) um momento forte, e um aprofundamento no Ano Vocacional de 2019 juntamente com o Congresso Vocacional Nacional e indo além, sem ter uma data oficial de fechamento.

Em breve, será lançado um site oficial e cada comunidade receberá materiais para a animação dessa Ação. Contamos com a sua oração e ajuda para que essa Ação Evangelizadora gere frutos sem precedentes para a vida Igreja!

 

Com informações do Regional Sul 2 da CNBB