Notícias

Papa nomeia Dom Celso Antônio Marchiori para diocese vacante de São José dos Pinhais, no Paraná

Dom Celso Antônio Marchiori, filho de João Marchiori e de Maria Rosy Bullow Marchiori, nasceu no dia 14 de agosto de 1958 em Campo Largo, Paraná.

13/12/2017 10:46:00


O Papa Francisco nomeou Dom Celso Antônio Marchiori como bispo para a diocese vacante de São José dos Pinhais (PR), transferindo-o da sede episcopal de Apucarana, no mesmo estado. A notícia foi publicada hoje, 13 de dezembro, pelo jornal “L´Osservatore Romano”.

Dom Celso Antônio Marchiori, filho de João Marchiori e de Maria Rosy Bullow Marchiori, nasceu no dia 14 de agosto de 1958 em Campo Largo – PR. De 1966 a 1970 fez seu curso primário no Grupo Escolar Doutor Felinto Teixeira, no bairro Itaqui, município de Campo Largo. Em 1972 se tornou operário da fábrica de louças Steatita, hoje porcelanas Schimidt, onde permaneceu até fevereiro de 1976.

Ingressou em 1976 no Seminário Menor São José, onde concluiu o curso ginasial e colegial. Em 1981, residindo no Seminário Menor Provincial Rainha dos Apóstolos em Curitiba, fez o curso de filosofia na PUC-PR e, logo em seguida o curso de Teologia no Studium Theologicum.

Ordenado presbítero a 6 de março de 1988, foi nomeado Diretor Espiritual do Seminário São José, onde, no ano seguinte, passou a exercer a função de Reitor até o ano de 2005. De 1991 a 1994, cursou a Escola para Formadores, mantida pela Associação Transceder. Em 1991 foi nomeado administrador paroquial do Santuário de Santa Terezinha do Menino Jesus, onde se tornou vigário cooperador em 1992. De 1996 a 2005 exerceu a função de Reitor do Seminário Santíssimo Sacramento e de pároco da Paróquia do Santíssimo Sacramento.

TRAJETÓRIA E EXPERIÊNCIAS

Durante o período em que trabalhou como formador; desenvolveu diversas funções, ministérios e ofícios na Arquidiocese de Curitiba. Foi nomeado Vigário Episcopal, participou do Colégio dos Consultores, do Conselho Arquidiocesano de Pastoral, do Conselho de Ordens e Ministérios, da Pastoral Presbiteral, do Conselho Fiscal. Foi ainda, coordenador da Formação Permanente dos padres recém-ordenados, assessor da Pastoral do Dízimo, conselheiro espiritual das Equipes de Nossa Senhora, assistente eclesiástico do Movimento das Capelinhas, presidente da ARSEM (Assembleia dos Reitores e Formadores dos Seminários de Curitiba), mantenedor da Obra das Vocações Sacerdotais São José e referencial da Comissão Arquidiocesana dos Movimentos Eclesiais e Novas Formas de Vida Cristã.

No dia 08 de julho de 2009 foi nomeado bispo para a Diocese de Apucarana, sendo sua ordenação Episcopal no dia 28 de agosto e sua posse em Apucarana no dia 02 de outubro de 2009. Seu lema episcopal é “In Cruce Domine (Na Cruz do Senhor).”

SAUDAÇÃO

Dom Leonardo Steiner, secretário-geral da CNBB, enviou na manhã desta quarta-feira, dia 13 de dezembro, mensagem de saudação a Dom Celso Antônio Marchiori que assume a diocese São José dos Pinhais (PR).

No texto, Dom Leonardo lembra as palavras do Papa Francisco dirigida à Congregação para os Bispos, em fevereiro de 2014: “Ele confia os Pastores da Igreja ‘à Palavra da graça que tem o poder de edificar e de conceder a herança’. Portanto, não donos da Palavra, mas entregues a ela, servos da Palavra”.

Leia a Mensagem:

Brasília-DF, 13 de dezembro de 2017

 

Saudação da CNBB a dom Celso Antônio Marchiori

 

Prezado Irmão, dom Celso Antônio Marchiori,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB congratula-se com o senhor pela nomeação como bispo de São José dos Pinhais (PR), anunciada hoje, quarta-feira, 13 de dezembro, pelo Papa Francisco.

Agradecemos o trabalho realizado desde sua ordenação, em Apucarana (PR), nestes últimos oito anos. Desejamos que esse novo tempo de pastoreio seja fecundo e cheio de alegrias para o senhor, para o clero e as comunidades de sua nova Igreja Particular.

Saudamos sua nomeação, trazendo palavras inspiradoras do Papa Francisco dirigida à Congregação para os Bispos, em fevereiro de 2014: “Ele confia os Pastores da Igreja ‘à Palavra da graça que tem o poder de edificar e de conceder a herança’. Portanto, não donos da Palavra, mas entregues a ela, servos da Palavra. Só assim é possível edificar e obter a herança dos santos. A quantos se atormentam com a pergunta sobre a própria herança — «qual é a herança de um Bispo? O ouro ou a prata? — Paulo responde: a santidade. A Igreja permanece quando se dilata a santidade de Deus nos seus membros. Quando do íntimo do seu coração, que é a Santíssima Trindade, esta santidade brota e alcança todo o Corpo. Há necessidade de que a unção do alto escorra até à orla do manto. O Bispo nunca poderá renunciar ao anseio de que o óleo do Espírito de santidade chegue até à última orla da veste da sua Igreja”.

Reiteramos as nossas orações, rogando a proteção da Mãe de Deus.

Em Cristo,

Dom Leonardo Ulrich Steiner

Bispo Auxiliar de Brasília-DF

Secretário-Geral da CNBB

Leia aqui a mensagem do adminstrador diocesano de São José dos Pinhais sobre a nomeação de de Dom Celso

 

CNBB