Notícias

Segundo Encontro dos Coroinhas da diocese de Guarapuava reúne mais de 400 crianças

O encontro foi realizado no Seminário Nossa Senhora de Belém, em Guarapuava. As atividades começaram pela manhã, com uma missa celebrada pelo bispo diocesano, Dom Antônio Wagner da Silva.

09/04/2018 09:35:00


O último dia 08 de abril foi de muita festa e alegria no Seminário Diocesano Nossa Senhora de Belém, em Guarapuava. Na ocasião, foi realizado o Segundo Encontro dos Coroinhas da diocese. Ao todo, mais de 420 crianças e adolescentes participaram do evento que foi pontuado por diversas atividades ao longo de todo o dia.

Pela manhã, o bispo diocesano, Dom Antônio Wagner da Silva, celebrou a missa de abertura dos trabalhos e falou da bonita experiência que o momento significou para todos da comunidade.

“Vivemos neste instante, uma experiência muito bonita, com um grupo alegre, divertido, mas que, sobretudo, tem uma consciência perfeita da participação na vida da comunidade. O momento é interessante, pois através das diversas atividades do dia, há uma integração com os coroinhas das diversas localidades. Quero cumprimentar as paróquias que estão envolvidas neste trabalho que não é só de ocupação do tempo e da disponibilidade dessas crianças, mas sim, um meio de envolver a todos e fazer com que todos tenham este espaço na comunidade. Este é um investimento importantíssimo e, para muitos, uma oportunidade única. Obrigado a todos os párocos que enviaram essas pessoas”, pontuou Dom Wagner.

Mauro Lucas Ferreira, membro da Rede Diocesana de Animação Vocacional (REAVIVE) e da Pastoral da Comunicação (Pascom) da diocese, falou da importância de se trabalhar com a evangelização infantil. Ele também ressaltou a importância dos coroinhas na acolhida das pessoas durante a celebração. “Os coroinhas são evangelizadores. Com sua dedicação, as celebrações e os trabalhos na igreja ficam muito mais bonitos. Este é um momento de agradecimento a cada um que se dispôs a fazer este serviço e aprender cada vez mais junto da comunidade”, sublinhou.

Atividades lúdicas, brincadeiras variadas e momentos de oração se assomaram às comemorações do dia.

Os trabalhos foram encerrados no final da tarde com um lanche comunitário. Conforme destacou Mauro, para o próximo ano, um novo encontro já passa a ser programado.

 

Foto: Central Cultura