Notícias

Porto Rico será sede do próximo CAM em 2023

Os pontos mais relevantes do V Congresso Americano Missionário, na Bolívia, e o anúncio do próximo, daqui a cinco anos em Porto Rico, foram temas da entrevista arcebispo Giampietro Dal Toso.

16/07/2018 10:18:00


Com a Missa de envio missionário e um Dia Missionário nas paróquias, concluiu-se, em 14 de julho, em Santa Cruz de la Sierra, o 5º Congresso Americano Missionário (CAM V), que contou com a participação extraordinária de mais de 2.500 pessoas.

O próximo Congresso está previsto para 2023 em Porto Rico, disse ao Vatican News (V.N.), o arcebispo Giampietro Dal Toso, secretário adjunto da Congregação para a Evangelização dos Povos, recordando que o CAM olha agora para a celebração do “Outubro missionário 2019”, convocado pelo Papa Francisco para toda a Igreja, com o intuído de revigorar o sentido missionário.

Em mérito às conclusões oficiais deste CAM V, Dom Dal Toso explica que “ainda estão em fase de elaboração. Foi apresentado um primeiro esboço, que, porém, depois, deve ser ulteriormente aprofundado e completado nos próximos meses e será apresentado mais na frente”, mas alguns pontos importantes foram evidenciados:

V.N.: De início, o que o senhor poderia falar deste encontro?

Dom Giampietro: - Eu gostaria de começar pelo fato de que foi novamente enfatizado que o anúncio fundamental da Igreja é o anúncio de Cristo morto e ressuscitado: disto parte a missão da Igreja. Um anúncio que, depois, entra em diversos ambientes da vida através da ação dos cristãos e vai concretamente ao encontro das profundas necessidades da pessoa que escuta. Depois, há algumas considerações específicas sobre a importância do cuidado da vida familiar, que está se tornando, também aqui - em toda a América - uma prioridade para a Igreja, porque a crise familiar é sentida também aqui. Depois, uma atenção especial às vocações, à vida consagrada e à vida sacerdotal. E parece-me importante reiterar também a importância da pastoral bíblica que ajuda a aprofundar aquele primeiro anúncio e, cada cristão, a fazê-lo próprio. Outro aspecto destacado e que é caro ao Papa Francisco é o de fazer em modo que a religiosidade popular tenha seu próprio espaço, mas também seja fortalecida através da catequese bíblica. Estes são alguns aspectos, depois existem outros.

V.N.: Dia 14 (de julho) foi um dia importante, marcado pela missão. Em seu entendimento, como este dia será lembrado?

Dom Giampietro: - Este dia foi muito rico porque era uma missão realizada concretamente por meio do envio dos diversos congressistas com os paroquianos de Santa Cruz, convidados nas diferentes paróquias para levar o anúncio de Cristo. A missão, portanto, teve um envolvimento existencial para aqueles que participaram dela. Depois, à tarde, houve a Celebração conclusiva presidida pelo arcebispo de Santa Cruz, para a qual as famílias que acolheram os congressistas também foram convidadas, pois houve um grande esforço da diocese para acolher os mais de 2.500 participantes, que vieram de diferentes partes. E durante a celebração também foi anunciado que o próximo CAM se realizará - de acordo com as previsões - em 2023 em Porto Rico.

Vatican News