Notícias

CNBB comemora 66 anos junto à comunidade e ao projeto Social Correndo Atrás de um Sonho

Organizada pelos colaboradores da entidade, a programação se desenvolveu no domingo, 14 de outubro, em parceria com o Projeto Social Correndo Atrás de um Sonho, coordenado pela CNBB.

15/10/2018 15:25:00


“Corrida comemorativa dos 66 anos da CNBB” anunciava no microfone, às 7h45 da manhã, o locutor Jairo Freire na praça central ao lado da paróquia São Paulo, no Incra 8, em Brazlândia (DF), local que a entidade escolheu para marcar esta passagem de seu aniversário.

Organizada pelos colaboradores da entidade, a programação se desenvolveu no domingo, 14 de outubro, em parceria com o Projeto Social Correndo Atrás de um Sonho, coordenado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), e envolveu cerca de 300 corredores e atletas do Distrito Federal de diferentes faixas etárias. Foram arrecadados alimentos, por meio das inscrições, que serão doados às famílias envolvidas no projeto. O lema: “Perseverança, Mansidão e Firmeza” inspirou esta celebração junto aos colaboradores da CNBB.

Na primeira parte, crianças e adultos, de diferentes idades, participaram da Corrida Comemorativa dos 66 anos da CNBB, divulgada amplamente no site de corridas do DF. Gesifran Martins, coordenador do projeto, destacou como mais positiva a integração da CNBB, projeto social e comunidade. Na categoria corrida “Infantil”, os corredores tinham entre 6 a 15 anos de idade, disputando por faixas diferentes.

Na categoria adulta, que concentrou a maior parte dos corredores, a idade foi de 16 a 69 anos. O grupo de Corredores do Novo Gama (DF), composto por cinco amigos, marcou presença na corrida. Nelcy Campos, de 44 anos, elogiou a organização e a humildade com que os organizadores trataram os participantes.

Os vencedores da categoria adulto foram Joel Soares de Araújo, 27 anos, da Ceilândia (DF), que completou o circuito de 7 quilômetros em 24 minutos e 02 segundos. Daisy Silva, monitora de esportes do projeto Social Correndo Atrás de um Sonho, levou o primeiro lugar no feminino, com 29 minutos e 20 segundos. Os vencedores gerais na categoria infantil, cujo circuito foi de um, quilômetro, foram Marco Antônio Gomes da Silva, com 02 minutos e 19 segundos, e Maria Eduarda, com 02 minutos e 37 segundos.

CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

A comemoração do aniversário, após a entrega de troféus por Dom Leonardo Ulrich Steiner, secretário-geral da CNBB, e colaboradores da entidade, continuou com uma celebração eucarística presidida pelo mesmo e concelebrada pelo padre Antônio da Paixão, subsecretário adjunto geral da entidade, na paróquia São Paulo, ao lado da praça onde foram realizadas as corridas.

Em sua homilia, Dom Leonardo, após lembrar a comunhão da atual presidência com a comemoração, ressaltou que a CNBB, a exemplo do que pedia a mensagem do Evangelho do dia, acompanha o projeto Correndo Atrás de um Sonho porque acredita que é com os pequenos (crianças e adolescentes) que se é possível alcançar o Reino de Deus. Ao final da celebração foi apresentado um vídeo, com duração de 9 minutos, que retoma a história do Projeto Social Correndo Atrás de um Sonho.

No salão paroquial, a festa seguiu com almoço servido para 300 pessoas (membros da comunidade, colaboradores da CNBB, familiares e participantes do projeto social). A celebração encerrou-se com o lançamento da pedra fundamental na área cedida à CNBB para a construção da sede do projeto social Correndo Atrás de um Sonho. No local será edificada a sede própria do projeto, segundo a assistente social da CNBB, Antônia Mendes. Na área próxima à pista de corrida, será construído um centro de treinamento, com espaço destinado à realização de oficinas e treinamento de várias modalidades esportivas. O centro será aberto a toda a comunidade.

Junto à pedra fundamental, após a bênção realizada por Dom Leonardo, os colaboradores da CNBB, colocaram um livro no qual foram escritas mensagens de esperança para o futuro do projeto social. Gesifran é esperançoso. “Eu vislumbro muito mais trabalho e responsabilidade. Também teremos mais competitividade com um espaço melhor para trabalhar com os meninos nos treinos”, orgulha-se.

 

CNBB

Galeria de Fotos