quinta-feira, 20 de junho de 2019

Notícias

Pastoral da Comunicação da diocese de Guarapuava promove encontro de formação

“Implantação e articulação da Pascom”, foi o tema trabalhado por Ricardo Alvarenga, que é membro da Comissão Nacional da Pastoral da Comunicação e autor do “Guia para Implantação de Pascom”.

10/12/2018 10:42:00


Cerca de quarenta pessoas de várias paróquias da diocese de Guarapuava, participaram, nos dias 08 e 09 de dezembro, no salão social da catedral Nossa Senhora de Belém, de um encontro promovido pela Pastoral da Comunicação (Pascom) em nível diocesano.

Com o tema: “Implantação e articulação da Pascom”, os trabalhos foram assessorados por Ricardo Alvarenga, que é membro da Comissão Nacional da Pastoral da Comunicação  e autor do “Guia para Implantação de Pascom”. Ricardo cursa doutorado e é mestre em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (Umesp), com pesquisa na área de Comunicação e Religiões, com foco na temática Comunicação e Igreja Católica. Ele também faz parte dos Grupos de Pesquisa COMUNI - Núcleo de Estudos de Comunicação Comunitária e Local e NEEC - Núcleo de Estudos e Estratégias na Comunicação; coordenador do Grupo de Pesquisa Comunicação e Religião da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (INTERCOM); coordenador da Signis Jovem Brasil, da Associação Católica de Comunicação (Signis); diretor de Finanças da Associação Brasileira de Pesquisadores e Comunicadores em Comunicação Popular, Comunitária e Cidadã (ABPCOM); coordenador dos Grupos de Trabalho (GTs) do Pensacom Brasil - Conferência do Pensamento Comunicacional Brasileiro; colaborador da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e graduado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Faculdade Estácio de São Luís (2014).

Em entrevista à Central Cultura de Comunicação, Alvarenga falou de seu trabalho e explicou que a Pascom tem por objetivo trabalhar com quatro eixos e, com isso, abranger a todos sem deixar de lado o verdadeiro sentido de “ser Igreja”. “Trabalhamos com quatro eixos que estruturam a Pastoral da Comunicação que são: a formação, a espiritualidade, a articulação e a produção. Esses eixos são fundamentais, porque são eles que vão fundamentar o trabalho de comunicação dentro da Igreja e também a característica de Pastoral. Historicamente, a Pascom é reconhecida como a pastoral da produção, que faz cartazes, que tira fotos e tudo mais. Mas a Pascom tem outras dimensões que precisam ser trabalhadas, que é fomentar a espiritualidade dentro da comunidade e também a espiritualidade do próprio comunicador. Não podemos perder de vista a relação do sagrado com a comunicação”, destacou o palestrante.

Os trabalhos começaram às 13h30 do sábado, 08 e se encerraram ao meio-dia de domingo, dia 09 de dezembro.

 

Com informações e foto da Central Cultura de Comunicação