segunda-feira, 22 de abril de 2019

Notícias

GUARAPUAVA: Milhares de pessoas participam da tradicional festa de Nossa Senhora de Belém

O evento que ocorre todo dia 02 de fevereiro é em homenagem à padroeira do município e da diocese de Guarapuava: O tema deste ano foi: “Eis aqui a serva do Senhora. Faça-se em mim segundo Tua Palavra”. (Lc 1,38)

04/02/2019 10:09:00


No último dia 02 de fevereiro, Guarapuava viveu, mais uma vez, seu grande momento de devoção e partilha. Nesta data, celebrou-se o Dia de Nossa Senhora de Belém, padroeira da diocese e do município de Guarapuava.

O evento, tradicional no município, ocorreu na Catedral Nossa Senhora de Belém. Milhares de pessoas participaram da festa.

Este ano, o tema escolhido para os festejos foi: “Eis aqui a serva do Senhora. Faça-se em mim segundo Tua Palavra”. (Lc 1,38)

Como em anos anteriores, uma programação diversificada e muito festiva, foi preparada, com o intuito de reforçar, cada vez mais, a devoção a Nossa Senhora.

De 24 de janeiro a 01 de fevereiro, sempre às 19h15, celebrou-se a novena em louvor à padroeira.

Na sexta-feira, 01 de fevereiro, das 09h às 17h, houve a bênção dos veículos, em frente à catedral, Rua Senador Pinheiro Machado, 193. À noite, 19h30, durante o nono dia da novena, foi realizada mais uma Corrida da Padroeira, evento que tem adesão de mais pessoas a cada ano que passa. Os atletas receberam uma bênção antes do início do percurso de sete quilômetros e meio.

No sábado, 02 de fevereiro, as festividades começaram às 09h30, com uma missa solene celebrada pelo bispo da diocese de Guarapuava, Dom Antônio Wagner da Silva. Ao meio-dia, foi servido um almoço à base de churrasco. À tarde, as comemorações prosseguiram com diversas atrações.

Durante a missa, Dom Wagner falou sobre a “Apresentação de Jesus no Templo”, uma prática religiosa que demonstrava a alegria e a fidelidade das famílias naquela época. “Hoje, a Liturgia nos apresenta a festividade da apresentação de Jesus no Templo. Cumprimento das leis de Israel: levar o filho primogênito e oferecê-lo a Deus. Era uma prática religiosa e que demonstrava a fidelidade daquelas famílias, dos pais, aos Mandamentos do Senhor. Maria e José também levam Jesus ao templo, mas poderíamos dizer que algo diferente acontece. Na verdade, ia-se ao templo para oferecer a Deus o primogênito, como uma gratidão, como uma oferta ao Pai. O que houve de diferente então? A verdade é que não foi o casal, Maria e José, que apresentou o menino. A surpresa está no próprio Deus, que através de Simeão e Ana, se manifesta e apresenta ao mundo o Seu Salvador, fazendo com que se tivesse conhecimento da grandiosidade deste menino. José e Maria assumiram com Cristo, uma longa caminhada, que começou na Anunciação e terminou na Ressureição. Jesus Cristo trouxe a oportunidade para que todos conhecessem a graça de Deus e se sentissem filhos e filhas do Pai”, falou Dom Wagner em sua homilia.

O bispo de Guarapuava concluiu dizendo que todos nós temos o dever de anunciar a Cristo, Deus vivo, para que a profecia se cumpra a cada momento, através do Espírito Santo. “O Espírito, que agiu naquele momento, sobre Simeão e Ana, continua agindo sobre todos e, sobre todas, para que possamos apresentar Jesus, o Salvador, para todas as pessoas, como o grande dom de Deus. Maria, através de uma forma responsável e espontânea, se põe a serviço do Pai. Quando daquele momento tão importante com o Anjo Gabriel, ela coloca-se a serviço de Deus e de toda a Sua vontade. Ela (Maria) acolhe toda a vontade do Pai. Ela não discute. Ela aceita e vive como oferta de ser e fazer acontecer”, conclui o bispo.

Padre Jean Patrik Soares, pároco da Catedral Nossa Senhora de Belém, agradeceu a todos pela presença e destacou a alegria que foi a preparação para festa da padroeira de Guarapuava. “Foram momentos importantes para nossa comunidade. A presença de cada um nas celebrações da novena e também o grande número de pessoas de vários lugares que se fizeram presentes no dia da festa nos enche de alegria e reforça nossa devoção a Maria, aqui lembrada como Nossa Senhora de Belém. Eu só posso dizer meu muito obrigado a todos, pois sem o esforço de cada um, sem as orações e o trabalho de tanta gente nada disso seria possível”, ressaltou padre Jean.

 

Galeria de Fotos