Notícias

Diocese de Guarapuava sedia Encontro de Formação Missionária

O evento será nos dias 23 e 24 de fevereiro, na Casa de Líderes Nossa Senhora de Guadalupe, em Guarapuava. Giovana Gabriela da Silva, coordenadora da Juventude Missionária do Regional Sul 2 CNBB, será assessora dos trabalhos.

23/02/2019 09:18:00


Com o tema: “Batizados e enviados”, nos dias 23 e 24 de fevereiro, sábado e domingo, respectivamente, a diocese de Guarapuava promove um Encontro de Formação Missionária.

O evento que será realizado na Casa de Líderes Nossa Senhora de Guadalupe, tem por objetivo fortalecer o espírito missionário e incentivar a implantação da Juventude Missionária na diocese. Para o encontro, o Conselho Missionário Diocesano (COMIDI), convida Coordenadores das Santas Missões Populares (SMP) ou Conselho Missionário Paroquial (COMIPA), Jovem Missionário (MDJ), e Coordenadores do Conselho Paroquial de Pastoral (CPP) para participarem dos trabalhos de dois dias. O evento terá início às 08h da manhã de sábado (23), com encerramento previsto para o meio-dia de domingo (24).

Giovana Gabriela da Silva, coordenadora da Juventude Missionária do Regional Sul da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), será assessora dos trabalhos.

Conforme a Ação Evangelizadora da diocese de Guarapuava, o encontro será formativo e pretende motivar os participantes para que assumam, cada vez mais, compromissos missionários para com a Igreja e a comunidade, como incentiva o Papa Francisco.

A animação do encontro de formação será dos seminaristas da Teologia do Seminário Nossa Senhora de Belém.

SERVIÇO

Mais informações sobre o Encontro de Formação Missionária podem ser obtidas pelo telefone 42 3626 4348, na Ação Evangelizadora da diocese de Guarapuava.

O endereço da Casa de Líderes Nossa Senhora de Guadalupe é: Rua Wilsom Luís Silvério Martins, 395, Bairro Santana.

MÊS MISSIONÁRIO EXTRAORDINÁRIO

O Papa Francisco proclamou outubro de 2019 como Mês Missionário Extraordinário, com o objetivo de: “despertar em medida maior a consciência da missio ad gentes e retomar com novo impulso a transformação missionária da vida e da pastoral”. Trata-se de evento eclesial de grande importância que abrange todas as Conferências Episcopais, os membros dos institutos de vida consagrada, as sociedades da vida apostólica, as associações e movimentos eclesiais.

Outubro de 2019 será marcante no contexto da missão na Igreja. Desde o início de 2018, vêm sendo preparadas iniciativas para oferecer às dioceses do mundo inteiro formas de animação em vista do Mês Missionário Extraordinário (MME). O site dedicado para a ocasião é um endereço no qual estão disponíveis materiais de formação, documentos, testemunhos missionários e histórias de beatos, santos e mártires de ontem e de hoje. Há também um guia sobre o MME.

O site www.october2019.va “foi criado para promover e animar o MME, de modo a contribuir, através dos conteúdos multimídia que serão inseridos, para inspirar o tempo de oração e reflexão sobre a missão ad gentes de todos os cristãos”, explicou o secretário-geral da Pontifícia União Missionária, padre Fabrizio Meroni, que é diretor do Centro Internacional de Animação Missionária (CIAM) e da Agência Fides.

A primeira área do site apresenta o tema “Batizados e enviados: a Igreja de Cristo em missão no mundo” sobre fotos de visitas do Papa Francisco a países de vários continentes e imagens que rementem à missão além fronteiras “ad gentes”. Uma barra oferece o guia do MME para download, em forma de folder, (já está disponível em português). Os outros três destaques do site são: Formação, Mundo e Testemunho. Há também um campo de artigos e notícias sobre novidades relacionadas ao tema da missão.

TESTEMUNHOS

Missionários que doaram suas vidas e que estão a caminho ou já estão entre os proclamados santos pela Igreja são lembrados como testemunhas da ação missionária. Algumas das histórias que podem ser conhecidas é a dos 19 mártires da Argélia, que serão beatificados em 08 de dezembro de 2018, na cidade de Orão, Argélia, na Basílica de Notre-Dame de Santa Cruz.

“As características comuns dos 19 mártires são: fé sólida em Cristo e seu Evangelho; amor pela terra onde o Senhor os havia enviado; a atenção e a delicadeza evangélica para o povo argelino, especialmente para os pequenos e os humildes, com especial atenção aos jovens; respeito pela fé do outro e desejo de compreender o Islã”, diz o texto.

Para acompanhar as atividades que serão desenvolvidas no Brasil, as Pontifícias Obras Missionárias (POM) disponibilizaram uma página com sugestões de trabalho e a proposta assumida pela CNBB após aprovação do Conselho Permanente da entidade.

Com informações da CNBB

Galeria de Fotos