Notícias

Diocese de Guarapuava promove encontro da Campanha da Fraternidade

Dezenas de pessoas participaram das atividades e palestras que tiveram por objetivo, falar com aprofundamento da Campanha da Fraternidade 2019, que aborda o tema: “Políticas Públicas”.

11/03/2019 17:02:00


A Ação Evangelizadora da diocese de Guarapuava promoveu um encontro de formação da Campanha da Fraternidade (CF). O evento foi realizado no dia 9 de março, das 13h às 19h, no Salão Azul da catedral Nossa Senhora de Belém, com o objetivo falar da importância da CF para a sociedade.

Com o tema “Fraternidade e Políticas Públicas”, e lema embasado no Livro de Isaías, capítulo 1, versículo 27, que diz: “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1,27), durante o ano todo, mas principalmente no período da Quaresma, a intenção é levantar o máximo de questões acerca do assunto, para que a sociedade se sinta aberta ao amplo debate.

Dezenas de pessoas representando as paróquias, comunidades, bem como o setor público, se fizeram presentes e debateram o tema à luz das Escrituras.

O bispo da diocese de Guarapuava, Dom Antônio Wagner da Silva, relembrou a importância da CF deste ano, salientando a importância de se observar e agir primando pelo bem comum e pelos trabalhos coletivos. “Eu considero este um momento muito rico e importante para observarmos e agirmos de forma coletiva, sempre buscando oferecer base de sustentação às outras pessoas. Política pública é um assunto muito sério e que necessita de estudos e cuidados quando da sua análise. Nunca devemos desconsiderar a política do encontro, pois a partir deste contato, podemos trabalhar de acordo com os ensinamentos cristãos, entendendo a verdadeira vontade de Deus”, explanou Dom Wagner.

Rozalino Ramos, da Ação Evangelizadora, falou sobre os tópicos: “ver e julgar”, destacando que o maior desafio da Campanha da Fraternidade deste ano é a compreensão de que a fé e a política juntas são essenciais para toda a nação.

Cláudio Andrade, professor, filósofo e historiador, abordou a importância da participação do povo nas decisões políticas, pois segundo ressalta, a verdadeira democracia só se dá com a liberdade de expressão e o entendimento das questões que são evidenciadas através do estudo e da troca e experiências da comunidade.  

Tales Falleiros Lemos, membro do Conselho Nacional de Leigos do Brasil na diocese de Guarapuava, discorreu sobre o tópico “agir” dos leigos. Durante sua explanação, Tales abriu debate sobre a postura e a atitude que cada um deve ter enquanto cristão que busca o melhor caminho para levar adiante os ensinamentos de Jesus Cristo.  

Galeria de Fotos