quarta-feira, 19 de junho de 2019

Notícias

Cardeal Odilo Pedro Scherer é eleito primeiro vice-presidente do Celam

As assembleias do Celam ocorrem a cada dois anos e as eleições a cada quatro. Neste ano, um comitê técnico-jurídico foi responsável por verificar o quórum e explicar o processo eleitoral aos membros do colegiado.

21/05/2019 11:30:00


Entre os dias 13 e 18 de maio, o Conselho Episcopal Latino Americano (Celam) realizou sua 37ª Assembleia-Geral Ordinária. Na ocasião, foi eleita a nova Presidência do órgão colegiado. O arcebispo de São Paulo (SP), cardeal Odilo Pedro Scherer, foi escolhido primeiro vice-presidente do Celam para o período de 2019 a 2023.

A 37ª Assembleia-Geral Ordinária do Celam esteve reunida entre 13 e 18 de maio, em Tegucigalpa – Honduras, com o objetivo de “discernir os sinais dos tempos que marcam a realidade da América Latina e do Caribe, para projetar o novo quadriênio compreendido entre 2019 – 2023 à luz da natureza sinodal da Igreja”.

As assembleias do Celam ocorrem a cada dois anos e as eleições a cada quatro. Neste ano, um comitê técnico-jurídico foi responsável por verificar o quórum e explicar o processo eleitoral aos membros do colegiado.

De acordo com o Celam, a presidência do Conselho tem como missão projetar o novo quadriênio, implantar as diretrizes determinadas pela assembleia para o novo Plano Global, continuar o processo de construção da nova sede do Celam e impulsionar o trabalho pastoral denominado “Proposta Celam 2033”.

NOVA PRESIDÊNCIA DO CELAM

Presidente: Dom Miguel Cabrejos, arcebispo de Trujillo – Perú

Primeiro vice-presidente: cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo (SP)

Segundo vice-presidente: cardeal Dom Leopoldo José Brenes, arcebispo de Managua – Nicarágua

Secretário-geral: Dom Juan Carlos Cárdenas Toro, bispo Auxiliar de Cali – Colômbia

CARDEAL BRASILEIRO

Eleito delegado da CNBB junto ao Celam, durante a 57ª Assembleia-Geral da Conferência, no início deste mês, Dom Odilo Pedro Scherer nasceu em 21 de setembro de 1949, em Cerro Largo (RS). Foi ordenado presbítero em 07 de dezembro de 1976, em Quatro Pontes, na diocese de Toledo (PR). Tem Mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma (1994-1996) e Doutorado em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma (1988-1991).

Antes do episcopado, entre diversas funções que desempenhou, foi membro da Comissão Nacional do Clero – CNBB (1985-1988); da Comissão Teológica do Regional Sul 2 (1992-1993); e oficial da Congregação para os Bispos, na Santa Sé (1994-2001). Foi nomeado bispo auxiliar de São Paulo em 28 de novembro de 2001, sendo ordenado bispo em fevereiro do ano seguinte, em Toledo (PR).

Dom Odilo foi secretário-geral da CNBB de 2003 a 2007, ano que foi delegado da V Conferência Geral do Episcopado da América Latina e do Caribe (2007), nomeado arcebispo de São Paulo (SP) e criado cardeal Presbítero da Santa Igreja Romana, do título de San’ Andrea al Quirinale, no Consistório de 24 de novembro.

Cardeal Odilo é membro do Conselho Permanente da CNBB desde 2007. Na conferência, também foi membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé (2007 a 2011) e presidente do Regional Sul 1. Também foi presidente Delegado na XII Assembleia Ordinária do Sínodo dos Bispos (outubro de 2008) e Presidente do Grupo de Trabalhos da CNBB para a comemoração dos 50 anos do Concílio Vaticano II. Atualmente é membro da Comissão Episcopal para o Acordo Brasil-Santa Sé.

Na cúria romana, atuou como membro da Congregação para o Clero; do Conselho do Sínodo dos Bispos; da Comissão de Cardeais para o estudo dos problemas organizativos e econômicos da Santa Sé; do Pontifício Conselho para a Família; da Pontifícia Comissão para a América Latina; da Pontifícia Comissão Cardinalícia para a Supervisão do Instituto para as Obras de Religião; do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização.

 

CNBB

Galeria de Fotos