terça-feira, 15 de outubro de 2019

Notícias

Comissão para a Liturgia colabora para uma maior compreensão e vivência da Palavra

O assessor da Comissão, padre Leonardo Pinheiro, tem recebido convites pelo Brasil afora para ministrar formações sobre o Documento 108.

03/09/2019 14:43:00


A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) elaborou, recentemente, um subsídio que apresenta fundamentação bíblico-teológica e orientações pastorais com relação aos ministérios em geral, e em particular, ao ministério da Palavra, confiado aos cristãos leigos. Trata-se do Documento 108 da CNBB intitulado “Ministério e Celebração da Palavra”.

A proposta do Documento é a de apresentar um plano de formação e acompanhamento para os regionais, dioceses e paróquias para que estes possam adaptá-lo em seus diferentes contextos e realidades, levando em conta os desafios que se apresentam e suas necessidades concretas.

O subsídio é mais uma prova viva de que a Igreja no Brasil, à luz do Concílio Vaticano II tem incentivado uma experiência mais profunda da Palavra lida, proclamada, escutada, interpretada e vivida. Neste contexto, a Comissão para a Liturgia da CNBB tem colaborado para uma maior aproximação, compreensão e vivência da Palavra por parte do povo de Deus.

O assessor da Comissão, padre Leonardo Pinheiro, tem recebido convites pelo Brasil afora para ministrar formações sobre o Documento 108. Esta, inclusive, é uma iniciativa que faz parte do Plano Quadrienal da Comissão. Recentemente, ele foi convidado a assessorar um encontro da diocese de Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, para um momento de formação da Pastoral Litúrgica.

Sueli Moreira Volpini, integrante da Equipe Diocesana de Liturgia da Diocese conta que lá os ministros adquirem na vida das comunidades uma grande importância. “Nossa diocese possui 43 paróquias. São 1050 comunidades onde a Celebração da Palavra de Deus é uma realidade bem presente”, afirma.

Ela garante que ter um momento de formação como esse, ministrado pelo padre Leonardo é essencial porque “a maior parte das celebrações dominicais são presididas pelos ministros da Palavra”. Então, ela garante que esta foi uma oportunidade de “refletir, animar a missão na condução da celebração da Palavra que é desempenhada”.

Padre Leonardo destacou o interesse e a participação dos quase 100 agentes leigos que lá estavam, sobretudo, dos leigos que dirigem a Celebração da Palavra. Salientou também que este trabalho de formação, faz parte de uma acolhida das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, que chama a atenção para a valorização da celebração litúrgica e, sobretudo, na vida paroquial, na vida comunitária e especialmente no Dia do Senhor, no Domingo.

“Aproveitamos esses dias do encontro para ver a mística e a espiritualidade de cada ministério, e em especial o ministério da Palavra, à luz do Documento 108”, finalizou padre Leonardo.

CNBB

Fotos: Joelma Fagundes e Sueli Volpini

Galeria de Fotos