sábado, 26 de setembro de 2020

Agenda

Dom Amilton Manoel da Silva toma posse no próximo dia 18 de julho

O quinto bispo da diocese de Guarapuava foi nomeado no dia 6 de maio. Em meio à pandemia do Coronavírus, a posse canônica será restrita a padres, bispos e membros do clero.

13/07/2020 10:08:00


Em se tratando da posse canônica de Dom Amilton Manoel da Silva, como quinto bispo da diocese de Guarapuava, ficou decidido que esta será no dia 18 de julho, às 9h30, na catedral Nossa Senhora de Belém, somente com a presença  de membros do clero e responsáveis por seguir os ritos prescritos para o momento e a realização da leitura da ata de posse ao fim da missa.

Esta celebração será transmitida pelos veículos de comunicação da diocese de Guarapuava, tais como rádios, portais de notícias, além de páginas do Facebook da instituição. De suas casas, todas as pessoas são convidadas a acompanhar a celebração.

No entanto, no dia 3 de outubro, dependendo da curva da Covid-19 (com confirmação e convites a serem feitos em tempo), haverá uma missa festiva de posse, com a presença de bispos, presbíteros e de todo o povo de Deus. Para tanto, o bispado de Guarapuava sublinha que esta data está sujeita a confirmação prévia.

SOBRE O BISPO

Dom Amilton Manoel da Silva, Nasceu em 02 de março de 1963, em Osvaldo Cruz (SP). Ingressou na Congregação da Paixão de Jesus Cristo (Passionistas), em 1991. Cursou filosofia na Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba - PR, de 1992 a 1995. Possui bacharelado e licenciatura em filosofia, história e psicologia. Cursou teologia no Instituto Teológico São Paulo (ITESP), de 1997 a 2000. Possui especialização em formação humana, espiritualidade, liturgia e parapsicologia.

Fez a sua primeira profissão religiosa no dia 18 de janeiro de 1997, e foi ordenado presbítero no dia 17 de dezembro de 2000, por Dom Luciano Mendes de Almeida (in memória), arcebispo de Mariana – MG.

Como presbítero, foi coordenador da equipe de espiritualidade da família Passionista do Brasil (2002 a 2009) e secretário dos superiores maiores passionistas da América Latina (2004 a 2007). Na Província do Calvário, atuou como vigário paroquial das paróquias Nossa Senhora do Rosário e Santa Teresinha de Lisieux, em Colombo – PR (2001 a 2007), formador dos postulantes (2001 a 2003), mestre dos noviços (2004 a 2012), conselheiro provincial (2009 a 2011), superior provincial (2012 a 2017), pároco da paróquia São Paulo da Cruz, em São Paulo, Capital (primeiro semestre de 2017) e membro da secretaria de formação do Conselho Geral dos Passionistas (2014 a 2017).

Foi nomeado bispo titular da diocese de Tusuro (Tunísia) e bispo auxiliar da arquidiocese de Curitiba - PR, pelo Papa Francisco, no dia 07 de junho de 2017, sagrado no dia 19 de agosto de 2017, por Dom José Antônio Peruzzo, arcebispo metropolitano de Curitiba – PR, e apresentado como bispo Auxiliar, no dia 08 de setembro de 2017. Seu Lema Episcopal: é CHRISTI IN CRUCE GLORIARI “Gloriar-se na cruz de Cristo” (Gl 6,14).

Na Arquidiocese de Curitiba, foi referencial para as comissões de liturgia, comunicação, missão, juventude e Conferência dos Religiosos do Brasil 6+9CRB. No Regional Sul 2 – CNBB, é secretário dos Bispos, desde 2017 e referencial para o setor juvenil. Desde 2019, é membro da comissão Pastoral Juvenil da CNBB, e em julho deste mesmo ano, o Papa Francisco o nomeou membro da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica.

Em 6 de maio de 2020, foi nomeado bispo da diocese de Guarapuava, substituindo Dom Antônio Wagner da Silva, que pediu renúncia por causa da idade.