domingo, 24 de janeiro de 2021

Artigo

Momento com Maria: Ação de Graças!

Neste momento especial com Maria, que cada um de nós possa ver e sentir a importância de seu esposo, José, que no silêncio, compreendeu a proposta viva de Deus e aceitou a tarefa importantíssima de ser o pai terreno do Salvador.

28/12/2020 14:11:00


Começamos mais um ano. O que passou foi de muita dor e provação. Mas não podemos nos esquecer de que crescemos, de que aprendemos com tudo isso.

Temos pela frente, 365 dias e, neste período, podemos caminhar com Maria, que nos orienta e intercede por nós.

Devemos fazer deste novo ano um tempo de reconstrução, de preces e de agradecimentos. Por isso, deixemos nas mãos de Deus todos os nossos anseios, medos e projetos.

Viver, por si só, é uma forma de prece. Façamos de 2021 um tempo especial de oração e de total agradecimento. Como Maria, devemos guardar tudo em nossos corações, levantar a cabeça e seguir em frente, sem nunca desviar o olhar dos propósitos do Pai.

Inspirados nos exemplos da Sagrada Família, este ano temos outro grande motivo para celebrar. O Papa Francisco, em sua humildade e inteligência, convocou, de 8 de dezembro de 2020 a 8 de dezembro de 2021, o ano especial dedicado a São José.

Neste momento com Maria, que cada um de nós possa ver e sentir a importância de seu esposo que, no silêncio, compreendeu a proposta viva de Deus e aceitou a tarefa importantíssima de ser o pai terreno do Salvador.

“Patris corde” (Com coração de Pai) é o título da Carta Apostólica do Papa Francisco, publicada por ocasião dos 150 anos da declaração de São José como Padroeiro da Igreja Universal.

“Depois de Maria, a Mãe de Deus, nenhum Santo ocupa tanto espaço no magistério pontifício como José, seu esposo”, escreve o Papa.

Francisco sempre falou de sua devoção a São José e destaca que, em seu silêncio, ele foi capaz de fazer maravilhas pelo povo de Deus.

Todos nós devemos estar cientes das provações pelas quais passaremos neste período de pós-pandemia. O mundo amarga o desemprego, o aumento da pobreza e até a falta de fé. No entanto, este é também um período para corrigirmos a rota de nossas vidas. Que, inspirados em Maria, José e em Jesus Cristo, que veio até nós como ser humano, possamos redirecionar nossos sentimentos e fé para que não só em 2021, mas em todos os anos vindouros, a leveza a paz e a alegria sejam nossos focos.

Seguindo os passos de Maria e José, permaneçamos unidos na fraternidade e na graça de pertencer ao Deus da vida.

Rezemos juntos, agora e sempre:

Ave-Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém!

Arlete Bini