quarta-feira, 14 de abril de 2021

Artigo

CURSILHO: A pandemia e a evangelização por meio da internet e redes sociais

Quando poderíamos imaginar ter a oportunidade de viajar para os encontros regionais, nacionais, ter momentos de formação na comodidade das nossas casas?

06/04/2021 13:55:00


Em tempos de pandemia, precisamos nos adaptar ao novo normal, onde o contato pessoal, os abraços dos amigos, os encontros, ficaram um pouco distantes. Não podemos dizer que é fácil esta realidade, pois o distanciamento social nos impede de viver o “celebrar” de tantos momentos importantes da vida das pessoas e, principalmente, de viver em comunidade da forma com que estávamos acostumados.

Por outro lado, a pandemia nos trouxe ensinamentos. Aprendemos a usar melhor a internet e as redes sociais para evangelizar, e, desta forma, conseguimos chegar mais longe, interagir com outros movimentos, com outros GEDs, dar espaço e oportunidades aos que de alguma forma não conseguiam se fazer presentes.

Hoje evangelizamos por meio do Facebook, do Instagran, do Youtube. As transmissões ao vivo das missas, das escolas, dos encontros de jovens, e tantas outras coisas e momentos que podem ser compartilhados e que, para muitos embora não sejam novidades, ganharam novos expectadores, de diversas faixas etárias. Outro dia, minha mãe, cursilhista há muitos anos me contou que acompanhou alguns eventos do cursilho pelo Facebook. O detalhe é que ela quase nunca conseguiu participar dos encontros presenciais. E assim, o cursilho, os demais movimentos e pastorais e a Igreja chegam a tantas outras pessoas, a tantos outros irmãos cursilhistas.

Embora nosso contato pessoal faça muita falta, podemos tirar grandes lições deste momento e aproveitar melhor os recursos que a internet nos permite para evangelizar nossos ambientes e acompanhar momentos e eventos importantes do nosso movimento.

Quando poderíamos imaginar ter a oportunidade de viajar para os encontros regionais, nacionais, ter momentos de formação na comodidade das nossas casas? Além disso, passamos tanto tempo diante do nosso celular, TV, computador. O dia todo estamos conectados nas nossas redes sociais e quanta coisa podemos aproveitar desse tempo, basta que façamos da mídia digital nosso meio de comunicação também para demonstrar nossa fé e evangelizar, seja por uma publicação nos stories, um vídeo, uma mensagem, uma live... São muitos conteúdos que valem a pena ser compartilhados.

De acordo com as palavras do Papa Francisco, “a internet é um dom de Deus e uma grande responsabilidade”. Por isso, devemos usá-la para disseminar coisas boas, pois muitas vezes, mesmo sem querer, podemos gerar grandes discussões por simples postagens que não levam a nada.

A pandemia, de certa forma, aproximou mais a Igreja das pessoas e isso só foi possível graças à internet.

Em 2019, por ocasião do 53º Dia Mundial das Comunicações Sociais, o Papa Francisco publicou em sua conta no twitter “Como cristãos somos chamados a manifestar, também nas redes, a comunhão que marca a nossa identidade de crentes, abrindo o caminho ao diálogo, ao encontro, ao sorriso”.

A comunicação nos chega de diversas formas e as redes sociais se tornaram grandes aliadas neste contexto. Em tempos de restrições, nossas paróquias têm utilizado muito dessas ferramentas para nos orientar quanto aos horários de missas, atendimentos e cuidados. Talvez, esta seja uma realidade que demonstra a necessidade de manter-se conectados com o mundo e nossos irmãos, estejam onde estiverem.

Peçamos a Deus que nos permita sempre olhar como cristãos comprometidos para nossas redes sociais, aproveitando do seu potencial digital, porém sem esquecer que este é só um momento e que nada substitui a preciosidade do presencial. A saudade de todos é enorme e seguimos na esperança de logo nos reencontrarmos com um caloroso e especial abraço.

Shalom!

Elenice Passarelli

16º Cursilho Jovem Feminino (2010)