sexta-feira, 5 de março de 2021

Notícias

GUARAPUAVA: Dom Amilton Manoel da Silva celebra vinte anos de ordenação sacerdotal

Com o lema: “Sei em quem acreditei” (2Tm 1,12), há duas décadas, o quinto bispo da diocese de Guarapuava disse seu sim à Igreja em um apostolado vitalício que ele destaca que cumpre com amor e dedicação.

17/12/2020 16:10:00


O dia 17 de dezembro tem um significado muito especial para a Igreja, pois nesta data, comemora-se o aniversário do Papa Francisco. Para a diocese de Guarapuava, o momento é ainda mais significativo. Nesta ocasião, o quinto bispo diocesano, Dom Amilton Manoel da Silva celebra 20 anos de ordenação sacerdotal.

Com o lema: “Sei em quem acreditei” (2Tm 1,12), Dom Amilton foi ordenado padre, em 17 de dezembro de 2000, pelas mãos do então arcebispo de Mariana (MG), Dom Luciano Mendes de Almeida (falecido), na paróquia São José, em Oswaldo Cruz (SP), sua cidade natal. “‘Sei em quem acreditei’ (2Tm 1,12). Com este lema, fui ordenado sacerdote para sempre, pela oração da Igreja e pela imposição das mãos do servo de Deus, Dom Luciano Mendes de Almeida. Gratidão, Senhor, porque nestes 20 anos (jubileu de porcelana), tenho confirmado minha fé, no serviço que me pedes. Deo Gratias!”, escreveu Dom Amilton em sua página do Facebook, na manhã desta quinta-feira.

No dia 6 de maio de 2020, Dom Amilton Manoel da Silva foi nomeado o quinto bispo da diocese de Guarapuava. “Gloriar-se na cruz de Cristo” (Gl 6,14) é seu lema episcopal.

Ele tomou posse em 18 de julho do mesmo ano, na catedral Nossa
Senhora de Belém, em uma celebração histórica, já que, devido à pandemia de Coronavírus, não contou com a participação do público.

SOBRE O NOVO BISPO

Dom Amilton Manoel da Silva, Nasceu em 02 de março de 1963, em Osvaldo Cruz (SP). Ingressou na Congregação da Paixão de Jesus Cristo (Passionistas), em 1991. Cursou filosofia na Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba - PR, de 1992 a 1995. Possui bacharelado e licenciatura em filosofia, história e psicologia. Cursou teologia no Instituto Teológico São Paulo (ITESP), de 1997 a 2000. Possui especialização em formação humana, espiritualidade, liturgia e parapsicologia.

Fez a sua primeira profissão religiosa no dia 18 de janeiro de 1997, e foi ordenado presbítero no dia 17 de dezembro de 2000, por Dom Luciano Mendes de Almeida (in memória), arcebispo de Mariana – MG.

Como presbítero, foi coordenador da equipe de espiritualidade da família Passionista do Brasil (2002 a 2009) e secretário dos superiores maiores passionistas da América Latina (2004 a 2007). Na Província do Calvário, atuou como vigário paroquial das paróquias Nossa Senhora do Rosário e Santa Teresinha de Lisieux, em Colombo – PR (2001 a 2007), formador dos postulantes (2001 a 2003), mestre dos noviços (2004 a 2012), conselheiro provincial (2009 a 2011), superior provincial (2012 a 2017), pároco da paróquia São Paulo da Cruz, em São Paulo, capital (primeiro semestre de 2017) e membro da secretaria de formação do Conselho Geral dos Passionistas (2014 a 2017).

Foi nomeado bispo titular da diocese de Tusuro (Tunísia) e bispo auxiliar da arquidiocese de Curitiba - PR, pelo Papa Francisco, no dia 07 de junho de 2017, sagrado no dia 19 de agosto de 2017, por Dom Antônio José Peruzzo, arcebispo metropolitano de Curitiba – PR, e apresentado como bispo Auxiliar, no dia 08 de setembro de 2017. Seu Lema Episcopal: é CHRISTI IN CRUCE GLORIARI “Gloriar-se na cruz de Cristo” (Gl 6,14).

Na Arquidiocese de Curitiba, foi referencial para as comissões de liturgia, comunicação, missão, juventude e Conferência dos Religiosos do Brasil 6+9CRB. No Regional Sul 2 – CNBB, é secretário dos Bispos, desde 2017 e referencial para o setor juvenil. Desde 2019, é membro da comissão Pastoral Juvenil da CNBB, e em julho deste mesmo ano, o Papa Francisco o nomeou membro da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica.