sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Dom Amilton

23º Domingo do Tempo Comum - Dom Amilton Manoel da Silva, CP

A liturgia deste domingo nos convida a abrir os ouvidos e o coração para acolher o Senhor.

04/09/2021 13:30:00


OUVIR E PROCLAMAR A PALAVRA

A liturgia deste domingo nos convida a abrir os ouvidos e o coração para acolher o Senhor.  

Na Primeira Leitura (Is 35,4-7), o Profeta anuncia ao povo sofrido do exílio um sinal da iminência da sua libertação: a cura de surdos, mudos, coxos e cegos. Para o judeu, este era um sinal do Messias que viria.  


Na Segunda Leitura (Tg 2,1-5), Tiago convida a não discriminar as pessoas e a acolher com especial bondade os pequenos e os pobres.  


O Evangelho (Mc 7,31-37), por sua vez, apresenta a realização da profecia da Primeira Leitura: Jesus abre os ouvidos e solta a língua de um surdo-mudo. E o povo, entusiasmado, reconhece em Jesus, o Messias de Deus.  
A cura desse homem traz uma mensagem de fundamental importância para nós. A surdez espiritual: há muitos que nunca ouviram a Palavra de Deus, pois o Evangelho ainda não chegou até eles, mas há também os que ouvindo-a, ignoram-na. Ao curar o surdo, Jesus quis ensinar que teve início um novo diálogo entre o céu e a terra. A todas as raças, povos e culturas são descerrados os ouvidos e o coração. Agora, todos podem escutar a Palavra de Deus, acolhê-la e anunciá-la aos irmãos e irmãs. O gesto de Jesus de pôr os dedos nos ouvidos é o mesmo que se faz na celebração do sacramento do Batismo: “Éfata” – abra-te.  
Peçamos a Cristo que toque em nossos ouvidos para que se tornem sensíveis em escutar sua Palavra; em nossos lábios para que se tornem entusiastas em anunciá-la; em nossas mãos para que nos torne generosos em testemunhá-la, em nossos pés, para que desperte em nós um novo ardor missionário.  
Que valor temos dado à Palavra de Deus?  

Bom domingo!
Deus te abençoe!